Suspeição de Gilberto Barbosa em processo de Valter Araújo não é acatada pelas Câmaras Especiais Reunidas

A defesa do ex-deputado havia entrado com recurso e, em seguida embargos de declaração, alegando impedimento do relator por ser ex-membro do Ministério Público, integrante da cúpula que comandava o órgão na época da operação denominada “Termópilas”.

Assessoria/TJ-RO
Publicada em 18 de agosto de 2017 às 14:09
Suspeição de Gilberto Barbosa em processo de Valter Araújo não é acatada pelas Câmaras Especiais Reunidas

Valter Araújo, ex-presidente da Assembleia, e o desembargador Gilberto Barbosa

Em julgamento ocorrido nesta sexta-feira, dia 18 de agosto, as Câmaras Especiais Reunidas do Tribunal de Justiça de Rondônia decidiram por afastar a suspeição do desembargador Gilberto Barbosa, relator no processo do ex-presidente da Assembleia, Valter Araújo Gonçalves.

A defesa do ex-deputado havia entrado com recurso e, em seguida embargos de declaração, alegando impedimento do relator por ser ex-membro do Ministério Público, integrante da cúpula que comandava o órgão na época da operação denominada “Termópilas”, que apurou o envolvimento de Valter em esquema de desvio de dinheiro público na ALE, enquanto era presidente.

Porém, no entendimento do relator, não há provas de que o desembargador tenha atuado diretamente nas investigações ministeriais. Também não considerou razoável o argumento de que a divulgação do julgamento do caso tenha excedido às regras deste Poder, que apenas relata as decisões de repercussão social e interesse público.

O voto do relator foi acompanhado pelos demais membros das Câmaras.

Comentários

  • 1
    image
    joao roberto 18/08/2017

    o senhor valter araujo ta e rindo justica, pois ja ta livre e cuidando do seu comercio.

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook