Prefeitura retoma atividades do Conselho Municipal de Turismo

Colegiado pretende discutir ideias para fomentar o turismo, elaborar projetos e buscar parcerias.

Semdestur
Publicada em 11 de agosto de 2017 às 13:13
Prefeitura retoma atividades do  Conselho Municipal de Turismo

Desativado desde o ano passado, quando se reuniu apenas uma vez, o Conselho Municipal de Turismo (Comtur) voltou a funcionar na tarde de quinta-feira (10), por orientação do prefeito de Porto Velho dr Hildon Chaves. Um dos principais temas tratados nessa primeira reunião ordinária de 2017, foi a reformulação da base do colegiado para que possa atender ao propósito para o qual foi criado.

“Nosso principal objetivo é fortalecer o novo conselho e fazer o colegiado trabalhar. Queremos discutir ideias para fomentar o turismo, os projetos elaborados pela prefeitura através da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho (Semdestur), bem como firmar importantes parcerias com a iniciativa privada”, declarou o secretário da pasta e presidente do Comtur, Júlio César Siqueira.

Dentre as propostas elaboradas pela prefeitura que visam alavancar o turismo no município, Siqueira citou o projeto para construção de uma marina no distrito de Jaci-Paraná, padronização dos serviços fornecidos pelas embarcações que realizam passeios turísticos no Rio Madeira, retomar os atendimentos no Aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira para divulgação do roteiro turísticos de Porto Velho e ainda promover o turismo na Vila do Teotônio, entre outros projetos.

Ainda durante a reunião, Siqueira anunciou que um dos projetos elaborados pela Semdestur é para que os moradores da Capital conheçam a cidade onde vivem. “Queremos que Porto Velho conheça Porto Velho. Nossa cidade tem um grande potencial turístico que precisa ser explorado e valorizado, mas muitos ainda não o conhecem”, lamentou.

O Conselho Municipal de Turismo é de caráter deliberativo, normativo e orientador da política municipal de turismo vinculado à Semdestur. Uma das metas do colegiado nessa nova formação é buscar ampliar o volume de recursos a ser investido no setor. “Se for preciso, o Comtur vai propor mudanças na lei que o criou para que tenha condições de atuar com mais efetividade”, disse Siqueira.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook