Para Humberto Costa, Judiciário faz cerco para prender Lula

O senador Humberto Costa (PT-PE) disse ser preciso resistir ao que ele classificou de ‘cerco do Judiciário’ para prender o ex-presidente Lula a qualquer custo, de modo a inviabilizar a sua candidatura nas eleições deste ano.

Agência Senado 
Publicada em 13 de março de 2018 às 16:37
Para Humberto Costa, Judiciário faz cerco para prender Lula

O senador Humberto Costa (PT-PE) disse ser preciso resistir ao que ele classificou de ‘cerco do Judiciário’ para prender o ex-presidente Lula a qualquer custo, de modo a inviabilizar a sua candidatura nas eleições deste ano.

Ele lembrou que a sentença na primeira instância, elaborada sob medida para condená-lo, foi confirmada pelo Tribunal Regional Federal, que, inclusive, aumentou o tempo de pena. Além disso, o Superior Tribunal de Justiça negou um habeas corpus ao ex-presidente.

— E no Supremo Tribunal Federal, a ordem é não analisar o mérito de duas ações declaratórias de constitucionalidade que tratam da liberdade de mais de três mil condenados em segunda instância, em todo o país, porque isso poderia trazer benefícios também ao ex-presidente Lula — afirmou.

O senador disse ainda que esse mesmo Judiciário nada faz quando estão em jogo outros interesses, ao comparar a absolvição da mulher do ex-deputado federal Eduardo Cunha com a negativa de exclusão da ex-primeira-dama, Marisa Letícia, falecida há mais de um ano, de um processo.

Ele também lembrou que o Judiciário que faz cerco ao ex-presidente Lula é o mesmo que não aplica medidas cautelares a um senador do PSDB, flagrado negociando dinheiro e ameaçando de morte um delator; que deixa prescrever penas de vinte anos de prisão contra um ex-presidente do PSDB, condenado no chamado mensalão tucano; e que desconhece os beneficiários do operador do PSDB, Paulo Preto, que tinha mais de R$ 150 milhões em contas no exterior.

Comentários

  • 1
    image
    Alfredo 13/03/2018

    Este Senhor ou ignora, ou é proposital. Não há nenhuma comparação entre a situação da Sra. Cunha e Sra. Lula da Silva. Aquela, viva, enfrentou um julgamento de mérito. A Sra. Lula da Silva não se submeteu a nenhum julgamento de mérito, pelo fato de ter falecido. Não havendo um julgamento de mérito, como não poderia haver, cabe única e exclusivamente o arquivamento. Qualquer estudante de Direito sabe disto.

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook