Eleição estadual para escolha do novo membro do Fórum da Criança e do Adolescente acontece no dia 18 de agosto

Desse processo podem participar entidades, em nível de estado, que atuem no atendimento, promoção ou defesa dos direitos da criança e do adolescente, não importando qual município estejam sediadas.

Texto: Larissa Vieira Fotos: Secom
Publicada em 11 de agosto de 2017 às 14:46
Eleição estadual para escolha do novo membro do Fórum da Criança e do Adolescente acontece no dia 18 de agosto

Rose Silva explica quem pode participar e qual o prazo para inscrições

Instituições não governamentais engajadas na defesa dos direitos da criança têm até o dia 17 de agosto para fazer inscrição nas Eleições do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente. Atualmente são 18 unidades que trabalham pela causa e atuando em todo o estado, sob a coordenação da Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social (Seas). A votação será no dia 18.

“O conselho atua com instituições governamentais e não-governamentais, então a cada dois anos nós fazemos a eleição para o não-governamental. O edital foi publicado no dia 18 de julho em diário oficial e enviado para o Fórum da Criança e do Adolescente, que é quem coordena as ações das instituições deste tipo”, explica a coordenadora de política para criança e adolescente da Seas, Rose Silva.

Desse processo podem participar entidades, em nível de estado, que atuem no atendimento, promoção ou defesa dos direitos da criança e do adolescente, não importando qual município estejam sediadas. Após a eleição serão nove instituições não governamentais representadas no Conselho e atuando com apoio do Conselho Nacional da Criança e do Adolescente (Conedca). “Então, passando esse processo de escolha, o governamental também será notificado para que indique seus representantes, assim todos juntos serão nomeados e empossados pelo governo do estado”, resumiu a coordenadora.

As inscrições vão até às 13h do dia 17 de agosto e o formulário pode ser solicitado através dos telefones 99251-0501, com o coordenador do Fórum Clemildo Sá, ou na própria Seas através do 3216-8878.

Comentários

    Seja o primeiro a comentar

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

Exames confirmam que 1,1 mil bois morreram de botulismo em MS

Exames confirmam que 1,1 mil bois morreram de botulismo em MS

Exames confirmam que 1,1 mil bois morreram de botulismo em propriedade rural localizada no município de Ribas do Rio Pardo, em Mato Grosso do Sul. Foram encontradas toxinas no alimento dos animais. Além disso, o diagnóstico foi confirmado por investigação clínico-epidemiológica feita no local.