Comissão aprova projeto de Mariana Carvalho que determina papel reciclado em repartições públicas

De acordo com a parlamentar, que é a segunda secretária da Mesa Diretora da Casa, a Política Nacional de Resíduos Sólidos já obriga o governo federal a priorizar produtos reciclados em suas contratações.

Assessoria
Publicada em 10 de agosto de 2017 às 16:38
Comissão aprova projeto de Mariana Carvalho que determina papel reciclado em repartições públicas

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou o projeto da deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), que obriga as repartições públicas federais a usarem ao menos 50% de papel produzido pela reciclagem.

De acordo com a parlamentar, que é a segunda secretária da Mesa Diretora da Casa, a Política Nacional de Resíduos Sólidos já obriga o governo federal a priorizar produtos reciclados em suas contratações. No entanto, ressalta a congressista, “passados mais de seis anos de sua vigência, a lei permanece ineficaz”.

Relatora da matéria, a deputada Flávia Morais (PDT-GO) apoiou a iniciativa da tucana. “Trata-se de usar o poder de compra do setor público para gerar benefícios econômicos e socioambientais”, frisou.

Mariana Carvalho já apresentou outras proposituras em defesa do meio ambiente. É de sua autoria o projeto que proíbe a aquisição de copos e recipientes descartáveis derivados de petróleo para o consumo de bebidas e alimentos na administração pública.

Ela apresentou ainda,  a proposta determinando que custos de sistemas de aproveitamento da energia solar e reaproveitamento de água sejam incluídos nos financiamentos imobiliários concedidos com recursos da União ou por ela administrados.

Comentários

  • 1
    image
    maria merces 10/08/2017

    parabens pelo seu brilhante trabalho

Envie seu Comentário

Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook