10/01/2017 - 08h56min - Atualizado em 10/01/2017 - 08h56min

Amazônia perde 7.989 km² de floresta, maior desmatamento desde 2008

Desmatamento de 2016 na Amazônia é o maior desde 2008, segundo levantamento do Ipam.

Heloisa Cristaldo - Repórter da Agência Brasil

 

desmatamento

Arquivo/Agência Brasil

Entre agosto de 2015 e julho de 2016 (calendário oficial para medir o desmatamento), a Amazônia perdeu 7.989 quilômetros quadrados (km²) de floresta, a maior taxa desde 2008, segundo levantamento do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (Ipam) a partir de dados oficiais divulgados pelo governo federal no fim do ano passado.

O desmatamento no período equivale à derrubada de 128 campos de futebol por hora de floresta, segundo a entidade. O perfil fundiário dos responsáveis pela devastação teve pouca variação em relação aos últimos anos: a maior derrubada ocorreu nas propriedades privadas (35,4%), seguida de assentamentos (28,6%), terras públicas não destinadas e áreas sem informação cadastral (24%), e pelas unidades de conservação, que registraram 12% de todo o desmatamento verificado nos 12 meses analisados.

De acordo com o Panorama do desmatamento da Amazônia 2016,Os estados que registraram maior aumento da taxa de desmatamento foram Amazonas, Acre e Pará, com incremento de 54%, 47% e 41%, respectivamente. Em números absolutos, o estado que mais desmatou foi o Pará, 3.025 km² de floresta a menos; seguido de Mato Grosso, que perdeu de 1.508 km² de vegetação nativa; e Rondônia, com 1.394 km² de derrubadas. Os três estados respondem por 75% do total desmatado em 2016.

Segundo o levantamento do Ipam, o ranking de dez municípios que lideram o desmatamento na Amazônia permanece praticamente inalterado nos últimos anos. Cinco municípios da lista são do Pará: Altamira, São Feliz do Xingu, Novo Repartimento, Portel e Novo Progresso. O ranking também tem dois municípios amazonenses: Lábrea e Apuí; dois de Rondônia: Porto Velho e Nova Mamoré; e um de Mato Grosso: Colniza, que lidera o desmatamento no estado há, pelo menos, quatro anos.

O estudo aponta a necessidade de envolvimento da sociedade no controle do desmatamento “com uma nova estruturação de ações de comando e controle, criação de uma agenda positiva de incentivos à eficiência da produção em áreas já desmatadas e mais apoio para quem mantém seu ativo florestal, bem com participação do mercado e do sistema bancário no controle do desmatamento”.

 

Histórico

Desde 2004, o desmatamento na Amazônia foi reduzido em mais de 70%, após o segundo pico mais alto da história do monitoramento do bioma, com 27.772 km². De 2009 a 2015, o ritmo da derrubada manteve-se estagnado em um patamar médio de 6.080 km² por ano. Em 2012, foi registrada a taxa de desmatamento mais baixa dos últimos 20 anos na Amazônia, com 4.571 km². No entanto, após essa data, o cenário de desmatamento apresentou sucessivos aumentos e pequenos recuos.

Os dados analisados pelo Ipam são do Projeto de Monitoramento do Desflorestamento na Amazônia Legal (Prodes).

Leia também:

comentários

COMENTÁRIOS


Envie Comentários utilizando sua conta do Facebook

publicidade
POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 15:42:00

Deputado apresenta PEC 303/2017 que poderá transpor servidores até 1991

Além dos servidores da administração direta , o texto contemplou as autarquias, entre outros.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 15:31:00

Capixaba vai ao Planalto e a Ministério exigir suspensão da compra de café do Vietnã e Temer atende o pedido

parlamentar disse que o Ministro da Agricultura precisa entender que o café brasileiro é um dos melhores do mundo e o Estado de Rondônia oferece o melhor café, o Conilon.

GERAL | matéria escrita em 22/02/2017 ás 15:28:00

BAILINHO DA AURORA É OPÇÃO DE CARNAVAL PARA CRIANÇAS NA CAPITAL

Evento acontece de 25 a 28 de fevereiro, das 16h ás 19h, na Praça de Eventos Calama, do shopping.

GERAL | matéria escrita em 22/02/2017 ás 15:25:00

Prefeitura estuda calçadão da EFMM até Mercado do Pescado

Recursos para a obra estão assegurados por emenda já empenhada do senador Ivo Cassol.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 15:23:00

Cleiton Roque discute emendas para melhorias no município de Primavera

Deputado se reuniu com o prefeito Eduardo Bertoletti para falar sobre possíveis emendas para o município.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 15:18:00

Deputado Lazinho agradece por ações do Governo do Estado em Jaru

Acordo vai garantir construção e reforma de pontes em várias linhas da região.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 15:16:00

Aélcio diz que o Brasil está retomando crescimento

Segundo o parlamentar, o crescimento econômico já está tomando corpo.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 15:13:00

Airton Gurgacz visita escola e atende comunidade de Presidente Médici

Comunidade solicitou melhorias na estrutura da escola e das estradas.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 15:11:00

Comissão de Agropecuária da Assembleia faz balanço de dois anos

O fortalecimento do setor foi avaliado como altamente positivo pelos membros da comissão.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 15:08:00

Comissão debate educação integral e convoca secretário

Titular da Educação foi convidado a expor planejamento na próxima reunião.

GERAL | matéria escrita em 22/02/2017 ás 15:05:00

Prefeitura de Porto Velho terá ponto facultativo segunda e terça

Decreto do prefeito dr Hildon mantém serviços essenciais de saúde e limpeza.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 15:02:00

Capixaba convida Michel Temer para entrega de casas populares e visita a capital do café

Nesta quarta, 22/02, o jato da FAB  pousou no aeroporto Capital do Café trazendo a equipe de governo e de inteligência para vistoriar o local onde o Presidente da República desembarcará .

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 14:58:00

Maurão e Rosangela asseguram mais de R$ 2 milhões para Vilhena e Pimenteiras

Deputados receberam prefeito de Pimenteiras e presidente da Câmara de Vilhena.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 14:54:00

Presidente da Assembleia recebe vereadora de Ministro Andreazza

Zélia Maria Oliveira solicitou convênio de R$ 600 mil para reformar escolas municipais.

POLíTICA | matéria escrita em 22/02/2017 ás 14:52:00

No DER, Lazinho pede melhorias para ruas e linhas de Jaru

Parlamentar é acompanhado por prefeito e vereadores.

publicidade
publicidade
© Tudo Rondônia 2005-2017 web site jornalístico - todos os direitos reservados
Editor responsável: Rubens Coutinho/ Registro Profissional 192 DRT/RO
Redação e administração: Avenida Calama com Lauro Sodré, 1118 - Salas 305 e 306 - Bairro Olaria - Porto Velho, Rondônia - CEP 76801-276 MSN/e-mail: tudorondonia@gmail.com